martes, 3 de mayo de 2011

De justiça e segurança


Sem duvida nenhuma, o acontecimento do momento é a morte de Osama Bin Laden. Num segundo plano ficou a beatificação do Papa Joao Paulo II; embora o mandatário peruano Alan Garcia tenha feito uma mistura noticiosa esplendida ao afirmar que o primeiro milagre de Joao Paulo foi a captura e morte del líder de Al-Qaeda. Falta-me fé para isso; mas enfim.

O presidente Obama afirmou orgulhosamente que “justicia foi feita”. Concordo plenamente com isso, pois por longa que foi a espera, o terrorista pagou com a morte seu crime. O presidente também afirmou que “agora o mundo é um lugar mais seguro”; neste aspecto eu discordo.

Em primeiro lugar, acabou-se com uma pessoa, não com uma religião e/ou ideologia. Desde o ponto de vista ocidental, claro que é uma vitoria, mas desde o ponto de vista muçulmanos (e principalmente dos da Jihad) é uma vitoria; Osama é um mártir que continuará inspirando a jovens. Isto só dá mais força ao seu grupo do terror.

Em segundo lugar, não pode se acabar com uma ideologia e/ou religião. O cristianismo é um claro exemplo de que enquanto mais perseguiam e eliminavam a seus lideres; mas a religião crescia, até o ponto de ter que afirmar que “ a sangue dos mártires é a semente do Evangelho”. Algo similar passa com o islamismo da Jihad; a guerra santa continua, Al-Qaeda já tem um novo líder, que pelo que li é mais radical que o mesmo falhecido.

Justiça foi feita? Sim. É o mundo um lugar mais seguro? Certamente que não.

3 comentarios:

Flavio dijo...

Neste caso feriu-se a mentor, mas a ideologia não foi dispersada. Daí os países que apoiam os EUA estarem em alerta vermelho. Mto bom seu post...abração

Daniela Vidal Ruiz dijo...

Exatamente Flavio.
Obrigada pela visita. Boa semana!

Gabriela dijo...

Já estou seguindo seu blog muito bom que Deus continue abençoando. Tenha uma semana muito abençoada
www.blogandodemadrugada.blogspot.com